Realização da pesquisa na comunidade de Taquaras

De 11 a 29 de junho, a equipe multidisciplinar do Nacab percorreu o território da Região 3 com o objetivo de iniciar o processo de validação da área de abrangência territorial das comunidades e comissões já incluídas no processo de reparação, além de procurar identificar novas comunidades atingidas na calha do Paraopeba.   

Ao longo dessa ação, os profissionais do Nacab conversaram com pessoas atingidas de toda Região 3. Devido ao contexto de pandemia atual, foram feitas conversas individuais com as referências das comissões, que a partir de um mapa impresso e pontos de referência, localizaram terrenos, aglomerados rurais e deram suas percepções sobre os limites das comunidades pertencentes à sua comissão.   

Após esse trabalho de campo, a equipe do Nacab concluiu os ajustes necessários nos mapas preliminares das comunidades, que foram enviados para as Instituições de Justiça (IJ’s). 

“Sabemos que o processo de reconhecimento de danos e de reparação é dinâmico, logo, todos os mapas foram enviados em seu formato preliminar. O Nacab continuará com os processos de pesquisa, para ajustar constantemente e manter o mapa construído atualizado, buscando a garantia de participação e inclusão de todos os atingidos e atingidas da Região 3”, explica a Gerente Socioambiental da ATI R3, Irla Paula Rodrigues. 

A equipe do Nacab agradece a todas as pessoas que participaram desse processo de validação e reconhecimento dos territórios das comunidades na Região 3. Seguimos juntos, até a reparação! 

Texto: Assessoria de Comunicação da ATI R3 Nacab