A cidade de Piranga-MG vive um pesadelo desde agosto de 2019 com a passagem de carretas de minério da empresa Zona da Mata Mineração (ZMM).

Segundo os moradores as carretas passam em comboio de três, quatro e às vezes até 5 veículos, circulando dia e noite sem parar. A população denuncia que as ruas da cidade estão em situação deplorável, há relatos de casas com rachaduras e de pessoas que não conseguem mais dormir tranquilamente devido ao barulho intenso.

Visando facilitar o trânsito das carretas da mineradora, a prefeitura municipal deu início a uma obra no centro histórico da cidade há cerca de um mês. Devido ao período de chuvas, a obra está parada, aumentando a insatisfação da população que não quer conviver com o trânsito das carretas em seu dia-a-dia.

O objetivo da manifestação é que o Prefeito José Carlos assuma o compromisso de executar a obra de forma ininterrupta até a sua conclusão. Que sejam disponibilizados guardas para controle do trânsito no local, bem como a limpeza e preservação das ruas no entorno da obra.

Também há a discussão da construção de um anel rodoviário por fora da cidade, mas autoridades afirmam ser um projeto caro e demorado. A população diz que seguirá em luta até que a situação seja definitivamente resolvida.

Fonte: Movimento pela Soberania Popular na Mineração.